Eduardo Costa Pinto

Adjunto 2

Formação Acadêmica
Doutor em Economia pela UFRJ (2010); Mestre em Economia pela UFBA (2005); Graduado em Administração pela UFBA (2002)

Áreas de Ensino
Economia Política; História do Pensamento

Áreas de Pesquisa
Economia Brasileira; China; Estado e política econômica

Disciplinas de Graduação
Economia Política I e II

Disciplinas de Pós-Graduação
Acumulação, Estado e sistema internacional: interpretações marxistas para pensar a contemporaneidade

Material



01. O mercado de Trabalho e a Instabilidade Econômica Brasileira (Conjuntura & Planejamento, Salvador- BA, 2002)

02. A política econômica e o mercado de trabalho na era Lula (Conjuntura & Planejamento, Salvador, 2003)

03. O mal estar social do início da Era Lula (Conjuntura & Planejamento, Salvador, 2003)

04. A crise econômica e a desarticulação social na América Latina: o endividamento estrutural (Bahia Análise & Dados, Salvador, 2003)

05. Uma opção à globalização. Localismo: alternativa ou passividade? (Bahia Análise & Dados, Salvador/BA, 2004)

06. Brasil: economia em recuperação moderada com nível alto de desemprego (Conjuntura & Planejamento, SEI, Salvador-BA, 2004)

07. Mercado de Trabalho: taxa de desemprego estável e queda na renda arrefecem expectativa de recuperação (Conjuntura & Planejamento, SEI/BA, 2005)

08. Padrões de desenvolvimento, funções estatais e endividamento no capitalismo contemporâneo (Análise Econômica, UFRGS, 2005)

09. A nova geografia econômica: uma perspectiva regulacionista (Revista Desenbahia, Salvador/BA, 2005)

10. Um critério de demarcação entre a economia neoclássica e a heterodoxa: uma análise a partir da instabilidade estrutural (Economia Ensaios, Ufu, 2007)

11.Os anos dourados do capitalismo:uma tentativa de harmonização entre as classes (Pesquisa & Debate, PUC/SP, 2007)

12. Padrão de acumulação, Estado e políticas econômicas no Brasil: da República Velha ao governo provisório e constitucional de Vargas (Revista da Sociedade Brasileira de Economia Politica, 2008)

13. Uma perspectiva reducionista da revolução keynesiana: a síntese neoclássica (Análise Econômica, UFRGS, 2008)

14. O ajuste estrutural brasileiro dos anos 90: a ampliação da desarticulação setorial e social (Cadernos do CEAS, Salvador), 2008)

15. A inserção externa brasileira e a crise internacional: oportunidades e ameaças sob a dinâmica do eixo sino-americano (Revista Economia Política do Desenvolvimento,Ufal, 2010)

16. República, democracia e desenvolvimento: contribuições da DIEST/IPEA para pensar o Brasil contemporâneo (Texto para Discussão, IPEA: Brasília, 2011)

17. A crise americana: dívida, desemprego e política (Boletim de Economia e Política Internacional, Ipea, 2011)

18. O Eixo Sino-Americano e a Inserção Externa Brasileira: antes e depois da crise (Texto para Discussão, IPEA:Brasília, 2011)

19. Transformações do capitalismo contemporâneo e os impactos para a América Latina: retrospectivas, mudanças e perspectivas (Revista O Olho da História, 2012)

20. A economia política dos governos FHC, Lula e Dilma: dominância financeira, bloco no poder e desenvolvimento econômico (Economia e Sociedade/UNICAMP, 2012)

21. América latina y china en el siglo xxi: complementariedades y rivalidades (Revista Voces en el Fenix, 2013)

22. La internacionalización del renminbi: posibilidades y límites (Revista Voces en el Fenix, 2013)

23. Estado, bloco no poder e acumulação capitalista: uma abordagem teórica (Revista de Economia Política, 2014)

24. Cadeias Globais de Valor e Desenvolimento: o caso do Vietnã (Boletim de Economia e Política Internacional. Ipea, 2014)

25. Les transformations mondiales et le nouveau rôle de la Chine ( Revue Tiers Monde, 2014)

arquivo
outros autores: Ronaldo Fiani, Ludmila Corrêa

Globalização e poder efetivo: transformações globais sob efeito da ascensão chinesa

01. Afinal , quem são os desempregados na RMS? (Salvador: SEI, 2003)

03. A integração passiva no âmbito da globalização: os ajustes estruturais na América Latina (Salvador: CORECON/BA, 2005)

04. A globalização e o aprofundamento da integração capitalista: desdobramentos em torno dos conceitos de Estado-nação, Império e do novo imperialismo (EDUFBA, 2006)

05. Acumulação do capital, dimensões espaciais e desigualdades regionais brasileiras (SEI, 2006)

06. Crise Financeira Internacional - natureza e impacto (Expressão Popular, 2008)

07. Crise e capitalismo contemporâneo: a questão das saídas internas e externas ( Corecon/BA, 2008)

08. A ALCA (AINDA) não faleceu: alternativas reais para América Latina e Caribe (México: Benemérita Universidad Autónoma de Puebla, 2009)

09. Política econômica do governo Lula e os limites do crescimento ( Mandacarú:Hucitec, 2009)

10. Capitalismo contemporâneo e suas dimensões constitutivas ( Mandacarú:Hucitec, 2009)

11. Vulnerabilidad Estructural Externa en América Latina ( Clacso, 2009)

13. O eixo Sino-Americano e a Inserção Externa Brasileira: antes e depois da crise (Ipea, 2010)

14. A Experiência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social como espaço de concertação nacional para o desenvolvimento (Ipea/CEDES, 2010)

15. China e Brasil: oportunidades e desafios (Ipea, 2011)

16. O eixo sino-americano e as transformações do sistema mundial:... (Ipea, 2011)

17. Dinâmica econômica e regional no Brasil dos anos 2000: efeito China, desconcentração espacial e bloco no poder ( fundação Perseu Abramo, 2013)

18. BRICS Controvérsias e Atualidade ( ed. Annablume, 2013)

19. Desenvolvimento e Capacidades Humanas: desafios para o BRIC ( UnB/ObservaRH/Nesp, 2013)

20. América Latina na primeira década do século XXI: "efeito China"e crescimento com inclusão (UnB/ObservaRH/Nesp, 2013)
outros autores: Eduardo Costa Pinto

21. O Estado brasileiro e o Desenvolvimento no Brasil (Ipea, 2013)
outros autores: CARDOSO JR., J. C., PINTO, E. C., LINHARES, P. T

22. A dinâmica dos recursos naturais no Mercosul na década de 2000: Efeito China , estrutura produtiva, comércio e investimento estrangeiro (Montevideo: RED MERCOSUR, 2014)

01. Apoio a estatal é maior em emergentes(Folha de São Paulo). 2010

02. Participação de estatais na economia brasileira cresceu 34,4% durante o governo Lula (Extra.Globo/. 2010)

03. Oportunidades y desafíos para Brasil del ascenso global de China (Xinhuanet-China). 2011

04. Brazilian think tank calls for stronger economic ties with China (Daily Sun), 2011)1

05. Alta tecnologia representa 2% das vendas para a China (Folha de São Paulo). 2011

06. Multinacionais fazem ousados planos no Brasil, de mineração a automóveis (Correio Braziliense). 2011

07. Ipea: ampliação de relação com China pode ser ameaça (Estadão/Exame/Época/G1Globo/Veja/Istoé). 2011

09. Segundo Ipea, China ameaça o controle dos recursos naturais (Agência Brasil/ Jornal do Brasil). 2011

10. Dilma assinará cerca de 20 acordos de cooperação com a China (G1globo.com). 2011

11. Para economistas, câmbio valorizado gera processo de desindustrialização (Valor Econômico). 2011

12. Os donos do poder (Monitor Mercantil), 2011

13. Equilíbrio comercial em pauta (Jornal do Comércio), 2011

14. A China escolhe seu caminho. E nós? (Revista Exame). 2012.

15. Pequim e Madri derrubam bolsas globais (OGlobo). 2012.

16. 巴西車市商機大 中商不錯過 (dailynews.sina.com/news.chinatimes.com/global.cna.com.tw). 2012.

17. Desoneração não vira emprego - Gazeta do Povo/Maringá-PR. 2012.

18. China cresce 6 vezes no setor de serviços em 22 anos (Monitor Mercantil). 2013

19. China tem US$ 18 trilhões em ativos (Monitor Mercantil). 2013.

20. China amplia espaço do setor privado mas com controle estatal (Monitor Mercantil). 2013.

21. Economia mundial deve crescer mais em 2014, preveem analistas (OGlobo). 2014

01. A ALCA (ainda) não faleceu: alternativas para a América Latina e Caribe 2008 (Texto para Discussão Mestrado em Economia Aplicada FEA/UFJF 014/2008).

02. Estados Unidos, Europa e China no contexto da crise financeira internacional. Brasília/DF: Ipea, 2011 (Comunicado do Ipea - novembro- nº119)

03. As Relações Bilaterais Brasil China a Ascensão da China no Sistema Mundial e os Desafios para o Brasil 2011 (Comunicado do Ipea - abril - nº85).

04. Infraestrutura e Planejamento no Brasil: coordenação estatal da regulação e dos incentivos em prol do investimento - o caso do setor elétrico. 2012. (Relatório de pesquisa).

05. A economia política dos governos FHC, Lula e Dilma: dominância financeira, bloco no poder e desenvolvimento econômico 2012 (Textos para Discussão 006 | 2012 (Instituto de Economia da UFRJ))

06. A dinâmica dos Recursos Naturais no Mercosul na década de 2000: efeito China , estrutura produtiva, comércio e investimento estrangeiro 2013 (Textos para Discussão 05 | 2013 (Instituto de Economia da UFRJ))

07. Transformações do capitalismo contemporâneo e os impactos para a América Latina: retrospectivas, mudanças e perspectivas 2013 (Textos para Discussão 03 | 2013 (Instituto de Economia da UFRJ))

08. Estado, bloco no poder e acumulação capitalista: uma abordagem teórica 2013 (Textos para Discussão 001 | 2013 (Instituto de Economia da UFRJ))

09. Transformações globais, poder efetivo e o protagonismo da China (Textos para Discussão 017 | 2013 (Instituto de Economia da UFRJ))

10.China em transformação: transição e estratégias de desenvolvimento (Texto para Discussão IE/UFRJ 006 | 2015)

11.Teorias do desenvolvimento: uma análise marxista para além da acumulação (Texto para Discussão IE/UFRJ 007 | 2015

12.América Latina e China: Limites econômicos e políticos ao desenvolvimento (Texto para Discussão IE/UFRJ 012 | 2015)

13.Artigo de opinião (16/08/2015) - Dilma: de “coração valente” à “presidenta acuada”

A economia política dos governos Dilma: acumulação, bloco no poder e crise

arquivo
outros autores: Isabela Nogueira

Dinâmica Econômica do Nordeste à luz das condições externas: uma análise estruturalista

Governo Dilma, PT, esquerda e impeachment: Três interpretações da conjuntura econômica e política (Texto para Discussão IE/UFRJ 015/2015)

Modelos de desenvolvimento e desempenho macroeconômico: Brasil

Transformações globais, Modelo liberal periférico e educação no Brasil

01. Política e conjuntura econômica no governo Lula. In: IN: Seminário A Política Econômica do Novo Governo. In: Seminário A Política Econômica do Novo Governo, UFES - Vitória (ES). Anais (CD-ROM), 5 e 6 de junho, 2003

02. A crise econômica e a desarticulação social na América latina: o endividamento estrutural. In: III Colóquio. In: III Colóquio Latino Americano de Economistas Políticos (Anais: CD-ROM, 16 a 18 de outubro), 2003

03. A Integração Passiva no âmbito da Globalização: os ajustes estruturais na América Latina. In: IV Colóquio Latino-Americano de Economistas Políticos (FGV-SP), 2004, São Paulo, 2004

04. Governo Lula: contradições e impasses da política econômica . In: IX Encontro Nacional de Economia Política (SEP), 2004, Uberlândia, 2004

05. Crise e globalização no capitalismo contemporâneo: alguns aspectos do debate em torno dos conceitos de Estado-nação, Império e Imperialismo. In: IX Encontro Nacional de Economia Política (SEP), 2004, Uberlândia-MG, 2004

06. Padrões de desenvolvimento, crise e endividamento no capitalismo contemporâneo. In: VII Encontro de Economia Região Sul/Anpec Sul, 2004, Maringá-PR

07. Dimensões do capitalismo contemporâneo: alguns aspectos do debate acerca do Estado-nação e do novo imperialismo. In: XXXIII Encontro Nacional de Economia - ANPEC 6 a 9 de dezembro, 2005, Natal/RN

08. A nova geografia econômica: uma perspectiva regulacionista. In: I Encontro de Economia Baiana (15 a 16 setembro), 2005, Salvador

09. Dimensões constitutivas do capitalismo contemporâneo: a questão da crise e de suas saídas internas e externas. In: V Coloquio Latino Americano de Economistas Políticos, 2005, México

10. Flutuações do Produto e do Emprego: abordagem tradicional versus pós-keynesiana. In: XI Encontro Regional de Economia do Nordeste/Anpec Nordeste, 2006, Fortaleza

11. O Projeto de Império Norte-Americano, o Novo Eixo Geo-econômico Mundial e a Inserção Recente da América Latina. In: XII Encontro Nacional de Economia Política, 2007, São Paulo (USP)

12. Uma perspectiva reducionista da revolução keynesiana: a síntese neoclássica. In: XII Encontro Regional de Economia do Nordeste/Anpec Nordeste, 2007, Fortaleza

13. O eixo geo-econômico mundial e a inserção da América Latina : retrospectivas, mudanças e perspectivas. In: XII Encontro Regional de Economia do Nordeste/Anpec Nordeste, 2007, Fortaleza

14. Um critério de demarcação entre a Economia Neoclássica e a Heterodoxa: uma análise a partir da instabilidade estrutural. In: XXXVI Encontro Nacional de Economia / ANPEC, 2008, Salvador

15. Um critério de demarcação entre a Economia Neoclássica e a Heterodoxa: uma análise a partir da instabilidade estrutural. In: XIII ENCONTRO REGIONAL DE ECONOMIA (ANPEC/NORDESTE), 2008, Fortaleza-CE

16. Padrão de acumulação, Estado e políticas econômicas no Brasil: da República Velha ao governo provisório e constitucional de Vargas. In: XIII Encontro Nacional de Economia Política, 2008, João Pessoa/PB

18. O Estado brasileiro e a questão do desenvolvimento. In: XXXIV Encontro Anual da ANPOCS, 2010, Caxambu/MG. XXXIV Encontro Anual da ANPOCS, 2010

19. Estado, bloco no poder e acumulação capitalista:uma análise teórica preliminar In: XVII Encontro Nacional de Economia Política (SEP), 2012, Rio de Janeiro/RJ

O professor na Mídia

Notícia Veículo Editoria Data
Desinvestimento da Petrobras impactos sobre o PIB e o Emprego Jornal GGN Desenvolvimento 20/12/2017
Pré-sal: estratégia de abutres Outras Palavras Economia 01/11/2017
Leilões do pré-sal: Sucesso ou fracasso? Vermelho.org Economia 31/10/2017
Exxonmobil avança sobre o petróleo brasileiro movida por interesses geoestratégicos Brasil 247 Economia 29/09/2017
O Capital foi impactante na luta e para o Brasil se compreender Vermelho Portal Economia 22/09/2017
Desintegração da Petrobrás terá reflexos no balanço da empresa Mundo Sindical Economia 10/08/2017
Petrobras está na contramão das empresas de petróleo do mundo, diz FUP Brasil de Fato Economia 24/03/2017
China mais lenta muda cenário para o Brasil O Globo Economia 08/09/2015
China amplia espaço do setor privado mas com controle estatal Monitor Mercantil 12/11/2013
China tem US$ 18 trilhões em ativos Monitor Mercantil 12/11/2013
China cresce 6 vezes no setor de serviços em 22 anos Monitor Mercantil 07/11/2013
Substituição do dólar pela "moeda do povo" chinesa: retórica, possibilidades e limites Carta Maior 06/11/2013
O milagre econômico chinês: principais determinantes internos Carta Maior 03/11/2013

Contatos do professor

E-mail: eduardo.pinto@ie.ufrj.br

Sala:

Ramal: 112 e (21) 3938-5244

Secretária

E-mail:

Ramal: