Lista

Rev. Econ. Contemp., v. 14, n .3, out./dez. 2010


Estrutura sócio-ocupacional no Brasil

 Download
Autor(es): Waldir José de Quadros; Alexandre Gori Maia.
Palavras-chave: estratificação social; mercado de trabalho; desigualdade.
Resumo: Este trabalho analisa a distribuição de grupos sócio-ocupacionais do mercado de trabalho brasileiro. Para cumprir com o objetivo proposto, apresenta alguns dos principais elementos do processo de formação das estruturas sociais modernas e analisa a composição dos grupos sócio-ocupacionais identificados em relação a uma série de características socioeconômicas. O pressuposto dessas análises é que a combinação entre a inserção ocupacional e o rendimento dos indivíduos cumpre um papel fundamental na definição dos complexos padrões sociais brasileiros. De maneira geral, a estrutura sócio-ocupacional proposta permite destacar o elevado grau de desigualdade e o baixo padrão sócio-ocupacional brasileiro, além de discriminar consistentemente importantes grupos socioeconômicos da população.
Classificação JEL: J82; J31; O18.
 

Socio-occupational structure in Brazil
Keywords: social stratification; labor market; inequality.
Abstract: This paper analyzes the distribution of socio-occupational groups in the Brazilian labor market. In order to reach such purpose, this paper introduces some key elements of the process of formation of the modern social structure and analyzes the composition of such socio-occupational groups in relation to a series of socioeconomic characteristics. The hypothesis of these analyses is that the combination of occupational position and individual income plays an important role defining the complexity of the Brazilian social patterns. Overall, the proposed class structure allows to stress the high level inequality and the low socio-occupational patterns in Brazil, as well to discriminate consistently important socioeconomic groups in the population.




 
 

Nível do câmbio e crescimento econômico: teorias e evidências para países em desenvolvimento e emergentes
 Download
Autor(es): Eliane Cristina de Araújo.
Palavras-chave: nível do câmbio; crescimento econômico; países em desenvolvimento.
Resumo: O artigo analisa, teórica e empiricamente, a relação entre nível da taxa de câmbio e crescimento econômico nos países em desenvolvimento. Inicialmente, os objetivos da política cambial são discutidos, enfatizando sua importância como instrumento gerador de crescimento econômico. Dando continuidade, alguns canais de influência do nível da taxa de câmbio sobre o crescimento econômico são apontados: (i) os canais do investimento; (ii) da exportação dos bens não tradicionais; (iii) do desempenho do setor de bens comercializáveis; (iv) da compensação às falhas de mercado e falhas contratuais; e (v) de estímulo às elasticidades-renda das exportações. Na parte empírica, uma medida de subvalorização cambial é construída para 82 países em desenvolvimento entre 1980 e 2007. Essa medida é empregada para captar a relação entre taxa de câmbio desvalorizada e crescimento econômico. Os resultados indicam uma correlação positiva e significante entre a medida de subvalorização cambial construída e o crescimento econômico nos países que fazem parte da amostra.
Classificação JEL: F3; F4.
 

Exchange rate levels and economic growth: Theoretical analysis and empirical evidence for developing and emerging countries
Keywords: exchange rate policy; economic growth; developing countries.
Abstract: The article analyses, theoretically and empirically, the relationship between exchange rate level and economic growth in emerging and developing countries. Firstly, the exchange rate policy objectives are discussed, emphasizing the importance of this policy to generate economic growth. Continuing, the article explores the channels through which exchange rates can affect economic growth, highlighting its stimulus to investment, export of non-traditional goods, productivity as well as its compensation to market failures and its stimulus to export income-elasticity. In the empirical part, a measure of exchange rate undervaluation based on Rodrik (2007) is built for 82 emerging and developing countries, between 1980 and 2007. This measure is used to investigate the relationship between devalued exchange rate and economic growth, by econometric techniques for panel data. The result of the estimations point out the positive correlation between undervalued exchange rate and economic growth, confirming the importance of the exchange rate as an instrument to promote economic growth and development.




 
 

Base teórica para um método de distribuição de mudanças de participações de mercado no comércio internacional
 Download
Autor(es): J. Chami Batista.
Palavras-chave: modelos de comércio; competição internacional; participação de mercado; análise de shift-share.
Resumo: O método desenvolvido por Chami para distribuir as participações de cada país exportador entre seus competidores em um determinado mercado tem sido aplicado na literatura, mas ainda não foi associado a qualquer teoria. Este artigo procura examinar os modelos de comércio que podem oferecer os fundamentos teóricos para o método, clarificando as suposições necessárias aos seus resultados. Mostra-se que o método é consistente com a maioria dos principais modelos de comércio encontrados na literatura.
Classificação JEL: F10; C60; B40; D40.
 

Theoretical basis for a method of distribution of market share changes in international trade
Keywords: trade models; international competition; market share; shift-share analysis.
Abstract: Chami’s method for calculating how much of an exporter’s market share change can be attributed to each competitor has regularly been applied in the literature, but it has not been related to any theory yet. Here, an attempt is made to examine the trade models that can provide the theoretical foundations for the method, clarifying the assumptions underlying its results. It is shown that the method is consistent with most of the main trade models found in the literature.




 
 

Sistema regional de inovação: estudo das regiões brasileiras
 Download
Autor(es): Giovana F. Rossi Casali; Orlando Monteiro da Silva; Fátima M. A. Carvalho.
Palavras-chave: economia regional; economia brasileira; desenvolvimento tecnológico; Schumpeter.
Resumo: Este trabalho analisou o processo de formação regional do Brasil, os desequilíbrios existentes entre as regiões e as perspectivas futuras. Teve como proposta básica analisar o possível processo de convergência de renda das regiões brasileiras, utilizando o conceito de gap tecnológico. Segundo esse conceito, os desequilíbrios regionais são o resultado de diferentes taxas de desenvolvimento econômico, que, por sua vez, resultam de diferentes níveis de desenvolvimento tecnológico, os quais, por fim, são consequências de condições históricas, sociais e culturais específicas de cada região. Dessa forma, pressupôs-se a existência de relação positiva entre nível de desenvolvimento tecnológico, dependência tecnológica, dependência econômica, nível de desenvolvimento econômico e convergência de renda. Os resultados mostram que, em relação à possibilidade de as regiões e os estados menos desenvolvidos realizarem o catching up com aqueles mais desenvolvidos, as variáveis que representam tanto a geração quanto a apropriação de novas tecnologias são significativas e diretamente relacionadas com o produto. Dessa forma, pode-se afirmar que o catching up seria possível caso houvesse um maior investimento no processo de desenvolvimento e apropriação de novas tecnologias por parte dos governos regionais.
Classificação JEL: R11; O18.


Regional innovation system: a study of Brazilian regions
Keywords: regional economy; Brazil’s economy; technological development; Schumpeter.
Abstract: This research developed an analysis on the regional imbalances at the Brazilian economy, the historic formation of the regions and perspectives. As a result of the distinctive courses followed by each region, an economical concentration process occurs in the Southeast. In this sense, this study intended to analyze the possible process of the Brazilian regional formation, using the concept of technological gap. The result show that, in relation to the possibilities of the regions and states that are less developed to accomplish the catching up with those that are more developed, the variables that represent generation as does the appropriation of new technologies were found to be significant and directly related to the product. Therefore, it can be affirmed that catching up would be possible if there was a higher investment in the process of development and appropriation of new technologies by the regional governments.




 
 

A incompatibilidade entre o mito da globalização e o desenvolvimento dos países periféricos diante do sistema de poder mundial
 Download
Autor(es): Cristina Fróes de Borja Reis; Fernanda Graziella Cardoso.
Palavras-chave: desenvolvimento; neoliberalismo; dependência.
Resumo: No artigo proposto, as autoras defendem que o mito da globalização a respeito de um mundo sem fronteiras, com convergência econômica e sem conflitos, é improvável quando se consideram criticamente a própria origem e o funcionamento do impulso globalizante e das relações de poder e riqueza que estão no seio do sistema mundial. Essas relações perpetuam antigas formas de subordinação, as quais aprofundam as contradições do sistema capitalista, destacadamente, a tendência de desigualdade entre classes e nações. Defende-se que é preciso considerar a experiência histórica e as especificidades institucionais, econômicas e políticas dos países para compreender a interação entre os determinantes externos e internos das diferentes trajetórias de desenvolvimento e as suas vias de superação dos efeitos adversos da globalização.
Classificação JEL: P16; O10.


Considering the world power system, the myth of globalization and the development of peripheral countries are incompatible
Keywords: development; neoliberalism; dependency.
Abstract: In this article, the authors defend that the myth of the globalization regarding a world without borders, with economic convergence and free of struggles is improbable considering critically the proper origin and the functioning of the globalization’s impulse and the relations of power and wealth of the world system. These relations perpetuate old forms of subordination, which make deeper the contradictions of the capitalist system, in particular the trend of inequality between social classes and nations. It is defended that in order to comprehend the different paths of development and surpass of the adverse effects of globalization it is necessary to consider the historical, economic, political and institutional specificities of each country.





A equação de Cambridge com atividade governamental revisitada
 Download
Autor(es): Ricardo Silva Azevedo Araujo; Joanílio Rodolpho Teixeira.
Palavras-chave: Kaldor-Pasinetti; distribuição de renda; Teorema de Cambridge.
Resumo: Neste artigo faz-se uma análise das características distributivas do processo Kaldor-Pasinetti, assumindo-se que o setor governamental incorre em persistentes déficits que podem ser financiados através de diferentes instrumentos, como a emissão de títulos e de moeda. Através dessa abordagem é possível estudar como a atividade governamental afeta a distribuição de renda entre capitalistas e trabalhadores e assim obter generalizações do Teorema de Cambridge em que versões anteriores como as de Steedman (1972), Pasinetti (1989), Dalziel (1991) e Faria (2000) surgem como casos particulares.
Classificação JEL: D33, E12, O41
 

The Cambridge equation with government activity revisited
Keywords: Kaldor-Pasinetti; factor income distribution; Cambridge Equation.
Abstract: This paper offers an analysis of the steady-state distributional features found in a Kaldor-Pasinetti process, in which the government sector is allowed to run persistent deficits that may be financed through different instruments. Productive capital and bonds generate single rates of return, while workers’ saving propensity remains uniform. This paper seeks to establish a generalization of Cambridge Eauqtion, considering the specific contributions of Steedman (1972), Pasinetti (1989), Dalziel (1991), and Faria (2000).




 
 

Poder de mercado das exportações de farelo de soja: uma análise via demanda residual
 Download
Autor(es): Daniel Arruda Coronel; Airton Lopes Amorim; Marcelo José Braga; Antônio Carvalho Campos.
Palavras-chave: poder de mercado; comércio internacional; farelo de soja; demanda residual.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi verificar o poder de mercado das exportações de farelo de soja argentinas, brasileiras e americanas para a União Europeia, de janeiro de 1999 a dezembro de 2007, que é o principal mercado consumidor dessa commodity. Para isso, foi utilizada a metodologia de demanda residual. Os resultados encontrados, usando-se os métodos sistemas de equações aparentemente não relacionadas (SUR), mínimo quadrado de dois estágios (2SLS) e mínimo quadrado de três estágios (3SLS), indicaram que, embora esse segmento seja oligopolizado pelas exportações argentinas, brasileiras e americanas, a Argentina e o Brasil possuem pequeno poder de mercado.
Classificação JEL: F12; L13


Market power of soymeal exports: an analysis based on residual demand
Keywords: market power; international trade; soymeal; residual demand.
Abstract: The objective of this paper was to verify the market power of the Argentinean, Brazilian and American exports of soymeal to the European Union, the main consumer market of this commodity. For that, the article is based on the methodology of residual demand. Using the methods seemingly unrelated regression (SUR), two-stage least squares (2SLS) and three-stage least squares (3SLS), the results indicated that, though this segment is concentrated by Argentina, Brazil and the United States, none of these countries presented market power for soymeal exports. In other words, they are not able to change soymeal prices without to decrease the exports.