Sobre o LabChina

O Laboratório de Estudos em Economia Política da China conecta pesquisadores das áreas de economia, ciências sociais, relações internacionais e história que investigam o processo de desenvolvimento socioeconômico da China e da sua região sob prismas teóricos críticos, incluindo teorias críticas da economia política internacional e da economia política comparada, teorias marxistas, estruturalistas, institucionalistas, abordagens de longa duração e afins. O LabChina está baseado no Instituto de Economia e é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Economia Política Internacional (PEPI) da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Publicações Recentes:

Chinese industrial policy in the geopolitics of the information age: the case of semiconductors

Majerowicz, E. e Medeiros, C.

 

The paper examines the semiconductor’s industry growing importance as a strategic technology in the modern industrial system and in contemporary warfare. It also analyzes this industry’s evolution in China and the Chinese semiconductor industrial policy over the last years. We review the Chinese interpretation of the ‘revolution in military affairs’ and China’s perception of its backwardness as well as the possibilities of catch-up and evolution in the most sophisticated segments of this productive chain through domestic firms and indigenous innovation.

Continue em: http://www.ie.ufrj.br

Inequalities and Capital Accumulation in China

Nogueira, I., Guimarães, J. V. e Braga, J. P.

 

O artigo contribui para o debate sobre distribuição de renda e riqueza na China ao analisar as principais características do padrão de acumulação chinês que determinam sua dinâmica distributiva em uma perspectiva comparada. Depois de um período de rápido crescimento das desigualdades, acompanhado por redução abissal da pobreza e melhora nas condições de vida de todos os decis da distribuição, as desigualdades se estabilizaram na China desde meados dos anos 2000. Globalmente, a China se encontra hoje em uma situação distributiva pior do que a média da Europa Ocidental ou Japão, mas mais igualitária do que Estados Unidos e muito distante dos limites extremos da má distribuição como Brasil, Índia ou África do Sul.

Continue em: http://www.ie.ufrj.br

Vídeos:

Economia Política e Desenvolvimento da China
por Carlos Medeiros

Padrões de Acumulação e Novas Tensões
por Isabela Nogueira

Veja todos os vídeos da conferência internacional “Economia Política do Desenvolvimento da China” aqui >>